sábado, 12 de Abril de 2014

Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo

 


EVANGELHO – Mt 27, 11-54

Naquele tempo, Jesus foi levado à presença do governador Pilatos,que lhe perguntou: «Tu és o Rei dos judeus?» Jesus respondeu: «É como dizes». Mas, ao ser acusado pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. Disse-Lhe então Pilatos: «Não ouves quantas acusações levantam contra Ti?». Mas Jesus não respondeu coisa alguma, a ponto de o governador ficar muito admirado. Ora, pela festa da Páscoa, o governador costumava soltar um preso, à escolha do povo. Nessa altura, havia um preso famoso, chamado Barrabás. E, quando eles se reuniram, disse-lhes Pilatos: «Qual quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado Cristo?». Ele bem sabia que O tinham entregado por inveja. Enquanto estava sentado no tribunal, a mulher mandou-lhe dizer: «Não te prendas com a causa desse justo, pois hoje sofri muito em sonhos por causa d’Ele». Entretanto, os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram a multidão a que pedisse Barrabás e fizesse morrer Jesus. O governador tomou a palavra e perguntou-lhes: «Qual dos dois quereis que vos solte?». Eles responderam: «Barrabás». Disse-lhes Pilatos: «E que hei-de fazer de Jesus, chamado Cristo?». Responderam todos: «Seja crucificado». Pilatos insistiu: «Que mal fez Ele?». Mas eles gritavam cada vez mais: «Seja crucificado». Pilatos, vendo que não conseguia nada e aumentava o tumulto, mandou vir água e lavou as mãos na presença da multidão, dizendo: «Estou inocente do sangue deste homem. Isso é lá convosco». E todo o povo respondeu: «O seu sangue caia sobre nós e sobre os nossos filhos». Soltou-lhes então Barrabás. E, depois de ter mandado açoitar Jesus, entregou-lh’O para ser crucificado. Então os soldados do governador levaram Jesus para o pretório e reuniram à volta d’Ele toda a coorte. Tiraram-Lhe a roupa e envolveram-n’O num manto vermelho. Teceram uma coroa de espinhos e puseram-Lha na cabeça e colocaram uma cana na sua mão direita. Ajoelhando diante d’Ele, escarneciam-n’O, dizendo: «Salve, Rei dos judeus!». Depois, cuspiam-Lhe no rosto e, pegando na cana, batiam-Lhe com ela na cabeça. Depois de O terem escarnecido, tiraram-Lhe o manto, vestiram-Lhe as suas roupas e levaram-n’O para ser crucificado. Ao saírem, encontraram um homem de Cirene, chamado Simão, e requisitaram-no para levar a cruz de Jesus. Chegados a um lugar chamado Gólgota, que quer dizer lugar do Calvário, deram-Lhe a beber vinho misturado com fel. Mas Jesus, depois de o provar, não quis beber. Depois de O terem crucificado, repartiram entre si as suas vestes, tirando-as à sorte, e ficaram ali sentados a guardá-l’O. Por cima da sua cabeça puseram um letreiro, indicando a causa da sua condenação: «Este é Jesus, o Rei dos judeus». Foram crucificados com Ele dois salteadores, um à direita e outro à esquerda. Os que passavam insultavam-n’O  e abanavam a cabeça, dizendo: «Tu que destruías o templo e o reedificavas em três dias, salva-Te a Ti mesmo; se és Filho de Deus, desce da cruz». Os príncipes dos sacerdotes, juntamente com os escribas e os anciãos, também troçavam d’Ele, dizendo: «Salvou os outros e não pode salvar-Se a Si mesmo! Se é o Rei de Israel, desça agora da cruz e acreditaremos n’Ele. Confiou em Deus: Ele que O livre agora, se O ama, porque disse: ‘Eu sou Filho de Deus’». Até os salteadores crucificados com Ele O insultavam. Desde o meio-dia até às três horas da tarde, as trevas envolveram toda a terra. E, pelas três horas da tarde, Jesus clamou com voz forte: «Eli, Eli, lemá sabactáni?», que quer dizer: «Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?». Alguns dos presentes, ouvindo isto, disseram: «Está a chamar por Elias». Um deles correu a tomar uma esponja, embebeu-a em vinagre, pô-la na ponta duma cana e deu-Lhe a beber. Mas os outros disseram: «Deixa lá. Vejamos se Elias vem salvá-l’O». E Jesus, clamando outra vez com voz forte, expirou. Então, o véu do templo rasgou-se em duas partes, de alto a baixo; a terra tremeu e as rochas fenderam-se. Abriram-se os túmulos e muitos dos corpos de santos que tinham morrido ressuscitaram; e, saindo do sepulcro, depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa e apareceram a muitos. Entretanto, o centurião e os que com ele guardavam Jesus, ao verem o tremor de terra e o que estava a acontecer, ficaram aterrados e disseram: «Este era verdadeiramente Filho de Deus».





in http://www.diocese-braga.pt/catequese/newsletter_preview.php?codigo=731

sexta-feira, 4 de Abril de 2014

FESTA DA VIDA


Amanhã, 5 de Abril, na Eucaristia das 18h, os jovens do 8º Ano irão celebrar a Festa da Vida. Celebremos com eles...

segunda-feira, 17 de Março de 2014

terça-feira, 28 de Janeiro de 2014

Festa das Bem Aventuranças


No próximo sábado, dia 1 de fevereiro, celebraremos a Festa das Bem Aventuranças.
Os catequizandos do 7º ano esperam por todos. Bem aventurados sejamos em partilhar da sua alegria.


Catequese Solidária - Bombeiros



A catequese paroquial pretende estimular no catequizando comportamentos da partilha e da ajuda ao próximo. Ora, Solidariedade é uma ação cada vez mais valiosa, quer para quem a pratica quer para quem recebe os benefícios dela.
Por isso e porque Solidariedade não se pratica apenas na época Natalícia, a catequese pretende criar o projeto Catequese Solidária.
Sabemos que não podemos abraçar grandes ações porque os recursos ao nosso dispor não são muitos, e estão sempre dependentes da boa vontade de cada um e de todos, mas tentaremos contribuir, dentro dos possíveis, com alguma solidariedade.

Assim, a primeira ação, que surge por sugestão dos próprios catequizandos, que perante o panorama que conhecem e perante os ideais que lhes foram incutidos, questionaram: não podemos ajudar os bombeiros com algum contributo? Isso também não é solidariedade?
 
Pela informação obtida os nossos bombeiros, que todos reconhecem o seus esforços e trabalhos em determinadas épocas, estão à procura de fundos para aquisição de novos equipamentos.
Nós, catequese, que temos catequizandos que também são bombeiros, tentaremos contribuir com alguma coisa e por isso pensamos que cada catequizando poderia trazer na próxima catequese uma moeda para entregar aos Bombeiros.
No próximo fim de semana estarão catequizandos bombeiros, devidamente identificados, com uma caixa onde poderão ser depositados os contributos dos catequizandos. Os mesmos estarão também nas Eucaristias do final de semana para que esta ação possa ser alargada a toda a comunidade.
Quem tem catequese à semana poderá entregar o seu contributo à sua catequista.

Depois de recolhidos, os contributos serão entregues no quartel dos bombeiros, onde será aproveitado para dar a conhecer melhor o mundo dos bombeiros aos nossos catequizandos.

Bem hajam! 

sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014

Festa do Compromisso


Sábado, dia 25, na Eucaristia das 18h, celebramos a Festa do Compromisso... No dia em que se celebra a conversão de S. Paulo e se reflete a liturgia em que o mestre convida-nos dizendo " Vem e segue-me..." incentivando a sermos pescadores de homens, o grupo do nono ano celebra a sua festa reforçando que o nosso compromisso é com Jesus Cristo e mostrando-nos que não devemos ser cegos para o ignonar ou perseguir mas procurá-lo constantemente para o seguir. Compromete-te também!

segunda-feira, 23 de Dezembro de 2013

Feliz Natal


Jesus nasceu há mais de dois milénios mas será sempre menino...
Todos os anos celebramos o seu nascimento e pedimos que venha ao nosso coração; desejamos felicidade, saúde e alegria ao próximo... pedimos paz para o mundo e acreditamos que este conseguirá se tornar melhor...
Pois é esse o motivo de Jesus se ter feito menino e tornado homem: tornar o mundo melhor! A mensagem é clara e intemporal: "Amai-vos uns aos outros, assim como Eu vos amei!"
Na humildade do Seu nascimento alegrou o mundo, proclamou o amor e praticou o perdão; curou os doentes e libertou os pecadores; ensinou o caminho para a felicidade e entregou-se em plenitude ao Pai...
O Seu nascimento trouxe calor ao gélido coração humano, o Seu sofrimento criou a dúvida dos incrédulos mas a Sua vitória sobre a morte fortalece e encoraja quem O vive e anuncia.
Neste Natal os desejos são os mesmos de sempre:
 que Jesus menino venha ao coração de cada um de nós e o encha de amor, que Seu sorriso nos conforte das tristezas e durezas da vida, que os Seus olhos iluminem o caminho da esperança e que a Sua mão nos puxe para junto de Si.

Um Santo e Feliz Natal para todos os catequizandos, catequistas e seus familiares.

Alberto Almeida


sábado, 30 de Novembro de 2013

Sagrado Lausperene



Decorre, neste fim de semana, o Sagrado Lausperene na nossa paróquia.
Vamos estar em louvor constante ao Senhor que está sempre presente!

quinta-feira, 14 de Novembro de 2013

4°ANO: REUNIÃO DE PAIS

Avisam-se os Pais e/ou Encarregados de Educação dos catequizandos do 4° ano que haverá uma reunião no dia 23 de Novembro, sensivelmente, pelas 19h (no final da Eucaristia). Contamos convosco.

quarta-feira, 30 de Outubro de 2013

Festa do Acolhimento - 1ºAno

Sábado, 2 de Novembro - Festa do Acolhimento
Vamos receber os meninos do primeiro ano da catequese no seio da nossa comunidade paroquial.



sábado, 5 de Outubro de 2013

Próximos eventos

REUNIÃO/FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS - Sexta, 11 de Outubro - 21Horas, Salão Paroquial.

COMPROMISSO DOS CATEQUISTAS - Sábado, 12 de Outubro - Eucaristia, 18h.

Depois de matriculados e escolhidos os horários pretendidos (entre os disponíveis), os catequizandos começam as sessões de catequese, já na proxima semana - De segunda, dia 7, a sábado, dia 12, no dia e horário que cada um escolheu.
Bom Ano a todos. 

quarta-feira, 1 de Maio de 2013

MAIO... Mês da Mãe - Mês de Maria
 

Mater 

Tu, grande Mãe!... do amor de teus filhos escrava,
Para teus filhos és, no caminho da vida,
Como a faixa de luz que o povo hebreu guiava
À longe Terra Prometida.

Jorra de teu olhar um rio luminoso.
Pois, para batizar essas almas em flor,
Deixas cascatear desse olhar carinhoso
Todo o Jordão do teu amor.

E espalham tanto brilho as asas infinitas
Que expandes sobre os teus, carinhosas e belas,
Que o seu grande dano sobe, quando as agitas,
E vai perder-se entre as estrelas.

E eles, pelos degraus da luz ampla e sagrada,
Fogem da humana dor, fogem do humano pé,
E, à procura de Deus, vão subindo essa escada,
Que é como a escada de Jacó.


Olavo Bilac, in "Poesias"




sexta-feira, 1 de Junho de 2012

Santissima Trindade

Estando próximo do Domingo da Santíssima Trindade, aqui fica a partilha de um vídeo realizado por uma grupo de pessoas que recebeu o sacramento do Crisma, numa comunidade do Brasil...
Adoremos a Santíssima Trindade
 

“Ó benigna Trindade,
Pai, Filho e Espírito Santo, um só Deus,
ensina-me, dirige-me, ajuda-me
segundo a minha esperança.
Pai, com o teu poder,
fixa a minha memória em ti
e enche-a de santos e divinos pensamentos.
Filho, com a tua sabedoria eterna,
ilumina a minha inteligência
com o conhecimento da suprema verdade.
Espírito Santo, amor do Pai e do Filho,
leva para ti a minha vontade
e abrasa-a nas chamas ardentes da tua caridade.
Possa eu, ó adorável Trindade,
louvar-te e amar-te tão perfeitamente
como os santos e os anjos no céu”.
D. Louis de Blois